in

A cor dos alimentos e suas propriedades

Um prato colorido é, segundo os especialistas de nutrição, a melhor escolha para uma alimentação saudável. Mas, afinal, podemos identificar as propriedades de um alimento pela sua cor? Descubra com o 1001 Dietas.

A tendência fit é uma constante da nossa era, já que quase todos damos por nós a ambicionar um corpo saudável e elegante.

A busca pelas dietas da moda faz com que cada vez mais pessoas se lancem nas dietas restritivas, como a dieta asiáticaou a dieta da água; ao mesmo tempo que a busca por alternativas mais sustentáveis nos remete para uma corrente vegetariana ou vegan.

Independentemente do estilo alimentar adotado ou da corrente filosófica ou fisionómica que o motiva, o facto é que qualquer nutricionista se referirá a um prato monocromático como pouco saudável e acabará por sugerir uma alimentação colorida.

Ao escolher um prato colorido, segundo os especialistas da área, está a escolher uma dieta rica em minerais e nutrientes essenciais para o organismo, sendo possível, segundo estes, escolher os alimentos com o olhar. (1)

Seguindo esta ideia, quisemos compreender melhor o que esperar dos alimentos de cada cor e fomos em busca de um guia de nutrição por cores. (2)

Venha com o 1001 Dietas conhecer as caraterísticas principais dos ingredientes tendo por base a sua coloração com o artigo que hoje lhe deixamos.

A cor dos alimentos e suas propriedades

1. O verde na alimentação

A Natureza é maioritariamente verde… e, no seu prato, o prevalecer desta cor indicia muitos benefícios.

Os alimentos verdes são ricos em fibras, em potássio, em magnésio, em ácido fólico e em luteína.

Contribuindo para um metabolismo mais acelerado e para um organismo saudável, estes alimentos são fortes aliados de quem deseja manter-se sadio ou perder alguns quilos.

O consumo de alimentos verdes, como os brócolos, os espinafres ou o kiwi, pode ajudar a prevenir a prisão de ventre, a reduzir os riscos de doenças cardiovasculares e também a perder gordura visceral

2. Cor de laranja e amarelo no prato

O amarelo e cor de laranja indiciam também vários benefícios para o organismo. Alimentos como a abóbora a cenoura e a laranja são ricos em beta-caroteno – elemento responsável pela sua tonalidade – e contam ainda com elevados índices de potássio e vitamina C.

Tratam-se de alimentos bons para melhorar a saúde da pele e do cabelo e, além disso, pela sua ação antioxidante, estes previnem o aparecimento de doenças degenerativas.

3. Os alimentos vermelhos nas suas refeições

Cereja, pimento vermelho, tomate e beterraba são alimentos a integrar nas suas refeições caso deseje dar ao seu corpo elevados níveis de ferro, de vitamina, de fitoquímicos e de magnésio.

Estes alimentos ajudam na prevenção e tratamento de problemas urinários e combatem doenças sanguíneas como a anemia. É um forte aliado das grávidas que sofrem de anemia gestacional.

4. O papel do branco na alimentação

Cebola, alho, maçã, alho-francês e cogumelos são apenas alguns exemplos de como pode ter a cor branca no seu prato.

O papel destes alimentos no organismo são diversos, já que estes contam, entre as suas propriedades, a melhoria da imunidade, a prevenção de situações de hipertensão e doenças cardiovasculares; o combate à retenção de líquidos e o apoio no processo de perda de peso.

Os alimentos brancos são, por norma, depurativos e hidratantes, ajudando a desintoxicar o organismo.

Já conhecia o papel da cor na escolha dos alimentos? Costuma escolher os seus ingredientes desta forma? Conte tudo aos restantes leitores do 1001 Dietas.

Clique em uma estrela para avaliar.

0 / 5. Contador de votos: 0

Escrito por Equipa 1001 dietas

Uma dica sobre dietas por dia, não sabe o bem que lhe fazia!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Aroma dos alimentos pode contribuir para aumento do peso

Aroma dos alimentos pode contribuir para aumento do peso

Memória muscular

Memória muscular: como ajuda na recuperação de massa magra