Benefícios do colagénio

Benefícios do colagénio, quando usar esta proteína

O colagénio é um nome que, ao longo dos anos, tem vindo a ganhar notoriedade. Ainda assim, muitos ainda não sabem o que é ou quais são os benefícios desta proteína. Se deseja saber mais sobre esta temática, este artigo é para si.

O colagénio é particularmente familiar para aqueles que gostam de ler os rótulos dos seus cremes de rosto ou loções corporais. Parte integrante do corpo humano, esta proteína é altamente usada em cosméticos e apresenta-se como um elemento essencial para o ser humano.

Sendo a proteína mais abundante no corpo, o colagénio tem diversas funções e benefícios, e pode ser encontrado na pele, nos vasos sanguíneos, nos músculos e tendões, no sistema digestivo e principalmente nos ossos.

A importância desta proteína é tanta que, na verdade, o próprio corpo se dedica à sua produção, acontecendo esta de forma natural. Ainda assim, com o passar dos anos, existe uma redução significativa na produção de colagénio no corpo e é nesta fase que uma dieta equilibrada e/ou o recurso a suplementos poderá ser fundamental para garantir um corpo mais saudável e mais jovem.

Os benefícios do colagénio são imensos e conhecê-los pode fazer toda a diferença na hora de comprar o seu suplemento na farmácia ou de avançar para uma alimentação mais completa e saudável. Por isso mesmo, convidamo-lo a vir connosco nesta viagem em busca de respostas sobre o que é o colagénio, quais os seus benefícios e quando deve esta proteína ser tomada.

1. O que é o colagénio?

Tal como já referimos, o colagénio é uma proteína, que integra, na sua composição, o hidrogénio, o carbono e o oxigénio. No corpo humano, este apresenta-se como cerca de 25% a 35% das proteínas totais e pode ser encontrado em vários tecidos corporais, destacando-se os ossos, os ligamentos e os tendões.

Esta proteína existe apenas, na sua forma natural, em animais, especialmente nos mamíferos. O colagénio integra o tecido cutâneo e é responsável pela sua renovação e consistência. Este é, ainda, o responsável pela elasticidade da pele.

Ainda assim, os benefícios desta proteína ultrapassam as questões da pele, sendo este um elemento fundamental para a saúde global do ser humano, nomeadamente no que respeita à sua estrutura óssea, ao sistema cardiovascular e também aos tendões e ligamentos.

2. Benefícios do colagénio

Os benefícios do colagénio são inúmeros. Para começar, é esta proteína que ajuda a estruturar e a proteger a pele, garantindo a sua renovação e firmeza, ao mesmo tempo que atua como agente protetor contra substâncias externas, potencialmente patogénicas e contra as toxinas e micro organismos que a atavam.

Este é responsável pela permeabilidade das membranas, pela orientação das fibras e, através da promoção da coagulação, também, pela aceleração dos processos de cura do corpo.

Responsável pela melhoria da pele, do cabelo e das unhas, esta proteína assume-se ainda como um agente natural que reduz as dores e a degeneração das articulações; ajuda a prevenir e a tratar situações de síndrome de intestino irritado; impulsiona o metabolismo e promove o aumento de massa muscular, maximizando ainda a energia corporal.

Por fim, vale a pena referir que o colagénio é também conhecido pela sua ação ao nível do fígado, garantindo a sua proteção e saúde; e pela forma como ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares graves.

Esta proteína existe naturalmente no corpo mas pode também ser consumida através da alimentação – nomeadamente carnes de mamíferos, gelatinas ou caldos de ossos – e através de fórmulas de suplementação disponíveis na farmácia.

3. Quando usar colagénio

Devido aos muitos benefícios do colagénio, é cada vez maior o número de pessoas que procura a sua toma. Isto levanta uma nova questão: afinal, quando é que se pode (ou deve) recorrer ao colagénio?

Por norma, a procura pelo colagénio existe quando se procura a melhoria da saúde da pele, das articulações, do cabelo ou das unhas. Ainda assim, este suplemento pode ser sugerido por profissionais em várias situações.

Embora não exista uma altura específica para a ingestão desta proteína, a verdade é que será sempre boa ideia buscar o aconselhamento junto de profissionais de saúde e de nutrição. Este conselho prende-se, fundamentalmente, com a questão da dosagem já que, apesar de ser muito benéfica, não será bom para si um consumo excessivo desta proteína.

Toma ou alguma vez tomou um suplemento de colagénio? Qual foi a razão que o levou a iniciar esta toma? Conte-nos tudo sobre a sua experiência pessoal ao 1001 dietas.

Algumas fontes: news-medical news-medical draxe time karinherzog

Guest Post by farmaciaturcifalense

Sem Comentários

Escreva um comentário