Benefícios dos oregaos

Benefícios dos oregãos: conheca as suas propriedades medicinais

Os benefícios dos oregãos são muito aclamados. Tratando-se de uma planta com propriedades medicinais, que serve de condimento ou para fazer infusões, os oregãos têm vindo a ganhar um lugar de destaque nas mais variadas dietas.

Já conhece os benefícios dos oregãos? Então, está na hora de descobri-los com o 1001 Dietas

As plantas medicinais têm vindo a integrar, cada vez mais, a nossa rotina alimentar. Os benefícios de plantas como a hortelã ou o cardo mariano têm sido fortemente aclamados. 

A busca pela dieta salutar, para a promoção de um corpo mais sadio e elegante, têm feito com os hábitos alimentares se alterem, para integrar esta e outras alternativas cujos benefícios para o organismo estão comprovados. 

Os oregãos – também conhecidos como orégano, ourego ou pelo seu nome científico, Origanum vulgare – são uma erva muito comum na dieta mediterrânica e cujas propriedades têm sido largamente estudadas. 

Entre as propriedades medicinais do oregão, destaca-se a sua função antioxidante (em parte, graças à presença de ácido fenólico e dos flavonóides); antimicrobiana; diurética; anti-espasmódica e sedativa. 

Esta planta é bastante versátil, pode ser utilizada em infusões, para guarnecer pratos ou para os temperar. 

Hoje, sobre ela, destacamos 10 benefícios únicos, que a tornam uma forte aliada da dieta saudável. Venha conhecer os benefícios dos oregãos e saiba as razões pelas quais deve integrar esta erva na sua alimentação. 

Benefícios dos oregãos

1. Benefícios dos oregãos: Alívio de dores musculares

Os praticantes de atividades físicas, principalmente as mais intensas, descobrirão um forte aliado nos oregãos. As suas propriedades sedativas, a par com a ação relaxante do seu extrato oleoso, promovem o relaxamento muscular, o tratamento de micro-lesões e uma recuperação mais célere depois dos treinos. 

O seu óleo pode ser, inclusivamente, utilizado de forma cutânea, massajando as áreas doloridas e fornecendo uma sensação de conforto. 

2. Ajuda a combater bactérias nocivas para o organismo

Com uma forte ação anti-inflamatória e antimicrobiana, um dos benefícios dos oregãos é a forma como contribui para a eliminação de algumas bactérias perigosas para o organismo humano.

Um estudo publicado na revista científica Food Science and Technology em 2011 comprovou mesmo os efeitos desta planta na eliminação de bactérias como a Salmonela e a E-coli. (1

Desta forma, o consumo de oregãos pode ajudar a eliminar algumas das bactérias que causam intoxicações alimentares. 

3. Promove a saúde coronária

Ricos em potássio, os oregãos são fortes aliados do coração, ajudando a controlar situações de hipertensão e agindo como reguladores de ritmo cardíaco. (2

Além disso, como uma forte ação antioxidante, esta planta promove a redução de inflamações e ajuda a prevenir doenças cardíacas. 

4. Promove o emagrecimento

Os oregãos são ricos em carvacrol, um composto ativo que promove a redução de inflamações, nomeadamente nos tecidos adiposos e promove, assim, o emagrecimento. 

Estudos realizados – incluindo um estudo publicado na revista científica The Journal of Nutritional Biochemistry, em 2012 – associaram o consumo deste composto com a redução da massa gorda, do colesterol e dos triglicéridos em ratos obesos, comprovando ainda que o carvacrol reduziria a formação de novas células de gordura. (3

Além disso, a ação saciante dos oregãos pode também contribuir para retardar a absorção dos alimentos, o que cria uma sensação mais prolongada de saciedade. 

5. Benefícios dos oregãos: Reforça o sistema imunitário

Um dos benefícios dos oregãos reside na forma como esta planta contribui para reforçar o sistema imunitário, fortalecendo-o e promovendo o combate contra infeções, vírus e bactérias. 

O consumo de oregãos é, por isso, uma boa forma de prevenira contração de várias doenças, incluindo doenças sazonais, como gripes e resfriados/constipações. 

6. Previne doenças cancerígenas

Rico em flavonóides e com uma forte ação antioxidante, o consumo de oregãos poderá contribuir largamente para evitar o stress oxidativo e também para evitar o aparecimento de tumores. 

A prevenção de doenças cancerígenas inclui-se, por isso, no leque de benefícios dos oregãos para a sua saúde. 

7. Melhora quadros clínicos respiratórios

Na composição dos oregãos constam, como já vimos, elementos como os flavonóides, o carvacrol e os terpenos. Estes compostos são fortes aliados da saúde pulmonar e podem ajudar a solucionar quadros clínicos do foro respiratórios. 

A asma é um bom exemplo de um problema que pode ser amenizado mediante o consumo de oregãos. Neste caso específico, recomenda-se que o seu consumo seja feito sob a forma de infusão, preferencialmente adoçado com mel

8. Combate os sinais de envelhecimento precoce

A ação antioxidante dos oregãos irá promover o combate aos radicais livres e, assim, contribuirá também para evitar o envelhecimento cutâneo e outros sinais de envelhecimento precoce, promovidos por causas oxidativas e ambientais. 

Dois dos aliados desta planta neste processo são o timol e o ácido rosmarínico, sendo que estes contam com um forte poder antioxidante, que ajuda a prevenir o stress oxidativo. 

9. Alivia as cólicas menstruais

As mulheres que sofrem com as cólicas durante o período menstrual descobrirão, também, que um dos benefícios dos oregãos é, justamente, o alívio deste tipo de dor. 

O chá de oregãos ou o consumo de oregãos frescos na culinária pode ajudar a aliviar este tipo de dor, tendo uma ação anti-inflamatória e analgésica. (4

10. Benefícios dos oregãos: Melhora o processo digestivo

Os oregãos são fortes aliados da digestão saudável. Ao estimular a produção de bílis no fígado, esta planta permite uma melhor digestão das gorduras e estimula uma melhor absorção de nutrientes ao nível do intestino. 

A resolução de problemas intestinais como a flatulência e a obstipação serão também parte da ação dos oregãos no organismo humano. 

Costuma consumir oregãos? E chá de oregãos? Conte as suas receitas com este ingrediente aos restantes leitores do 1001 Dietas. 

Poderá ser interessante também:

Castanha-do-brasil: 10 razões para a incluir na dieta

2

Sem Comentários

Escreva um comentário