Emagrecer com cirurgia estética e bariátrica

Emagrecer com cirurgia estética e bariátrica: que procedimentos existem

Emagrecer com cirurgia estética ou bariátrica é algo que muitas pessoas aclamam como solução para o cumprimento dos seus objetivos. Importa, por isso, saber quais os procedimentos estéticos que existem e de que forma estes podem (ou não) contribuir para a perda de peso.

Venha com o 1001 dietas saber se é possível emagrecer com cirurgia estética. 

As mudanças de estilo de vida têm, ao longo dos anos, sofrido drásticas alterações. O final do século XX e o século XXI têm sido persistentes no incentivo pela ideologia fit: uma que não considera apenas o aspeto físico, mas também a saúde do corpo. 

O exercício físico tornou-se essencial nos dias das pessoas, enchendo ginásios e criando uma procura efetiva pelos personal trainers.

Da mesma forma, a nutrição tem vindo a ganhar destaque na rotina quotidiana das pessoas e a procura pelos alimentos mais saudáveis faz-se, questionando propriedades e benefícios dos mais diversos alimentos, chás e bebidas. 

Evidentemente, quando se fala do corpo, existe ainda outro mercado a explorar: o da cirurgia estética. Ao longo dos anos, muitas pessoas procuraram esta alternativa, acreditando poder emagrecer com cirurgia estética; ou simplesmente para dar os últimos passos para a conquista dos seus objetivos. 

Embora as questões relacionadas com a ideia de emagrecer com cirurgia estética sejam algo polémicas, havendo inclusivamente quem defenda que este tipo de cirurgia – tal como a lipoaspiração de alta definição só devem ser feitas quando a pessoa já está próxima de atingir o seu peso ideal. (1

Independentemente da discussão em torno sobre o papel da cirurgia plástica no emagrecimento, a verdade é que o emagrecimento derivado da cirurgia é algo que, a nível clínico, se faz, nomeadamente em pacientes com obesidade.

Assim, trinhando os caminhos clínicos e estéticos, hoje olharemos para os procedimentos que se enquadram neste leque, para percebermos quais são, a quem se dirigem e qual o seu papel na obtenção dos objetivos de cada um.

Se quer saber mais sobre os procedimentos para emagrecer com cirurgia, veja a lista que preparámos para si. 

Emagrecer com cirurgia estética e bariátrica

1. Procedimentos cirúrgicos para emagrecer: Banda gástrica

A colocação de uma banda gástrica para emagrecer visa, fundamentalmente, a restrição da dimensão estomacal. 

Nesta, é colocada uma cinta na região superior do estômago, dividindo-o em dois e promovendo uma menor ingestão de alimentos, visto que a parte utilizável do estômago passa a ser menor. 

O nome deste procedimento, em termos clínicos é gastrobandoplastia e, apesar de ainda ser utilizada, esta técnica está a cair em desuso, já que os resultados a longo prazo não têm sido muito positivos. (2

2. Gastrectomia vertical

A gastrectomia vertical trata-se de uma cirurgia que resseca, de forma parcial, o estômago, removendo a parte esquerda do mesmo. 

Esta região do estômago é a responsável pela produção da hormona grelina, uma das hormonas responsáveis pela promoção da sensação de fome.

Assim, reduzindo-se a produção esta hormona que induz o apetite, torna-se mais simples a restrição na ingestão de alimentos. 

Em alguns casos, as pessoas chegam a perder cerca de 40% do seu peso inicial, apesar de a cirurgia não impedir a normal absorção de nutrientes no intestino. (3

3. Balão intragástrico

A técnica cirúrgica do balão intragástrica, tal como o nome sugere, trata-se da colocação de um balão feito de silicone e com soro fisiológico no seu interior, dentro do estômago. 

Como, ao ingerir os alimentos, estes ficam sobre o balão, a sensação de saciedade acontece com mais rapidez, o que faz com que as pessoas que se submetem a este procedimento comam menos. Os resultados apontam para uma perda de peso até 13% após a colocação do balão intragástrico. 

Este procedimento é realizado mediante um processo de endoscopia e, como tal, não exige anestesia geral. Ainda assim, o balão colocado deve ser removido ao fim de um período de 6 meses. (4

4. Procedimentos cirúrgicos para emagrecer:Derivação bílio-pancreática

A derivação bílio-pancreática é um procedimento realizado com uma finalidade malabsortiva, isto é, de evitar que o intestino delgado absorva um grande número de nutrientes. 

Este procedimento reduz o comprimento intestinal, fazendo com que o caminho percorrido pelos alimentos seja menor e com que, por consequência, a absorção também o seja. 

Este procedimento apresenta alguns perigos, nomeadamente a nível metabólico e raramente é recomendado a pacientes. Ainda assim, está conectado a uma perda de peso célere e acentuada. 

5. Bypass gástrico

O nome cínico deste procedimento é gastroplastia com bypass gástrico em Y-de-Roux. Nesta, o estômago é dividido em duas partes, sendo reconfigurada a sua anatomia e evitando-se que os alimentos ingeridos contactem com a maior parte do volume estomacal e também com uma parte do intestino delgado. 

Reduzindo a vontade de comer, devido a uma maior sensação de saciedade; e também a quantidade de nutrientes absorvida pelo corpo, este método apresenta resultados bastante positivos para emagrecimento, mostrando que é possível emagrecer com cirurgia. 

6. Lipoaspiração

Já no leque da cirurgia estética, encontramos um dos procedimentos mais famosos e aclamados: a lipoaspiração. 

A componente relacionada com a saúde é, neste método, menor; destacando-se os contornos relacionados com a aparência. Este procedimento funciona através de técnicas de sucção para a remoção de gorduras localizadas em regiões especificas do corpo. 

A discussão científica assevera que emagrecer com cirurgia estética é desaconselhado e, por isso mesmo, embora sirva para remover gordura (e, por isso, em termos literais, para emagrecer), este procedimento é recomendado para pessoas que já estejam próximas do seu peso ideal. 

Pessoas com peso excessivo deverão, por isso, optar por um dos procedimentos bariátricos acima descritos. Este tipo de cirurgia é ainda desaconselhado a pessoas com doenças cardiovasculares, com diabetes ou que tenham um sistema imunitário mais débil. (5

7. Procedimentos cirúrgicos para emagrecer: Lipoaspiração de Alta Definição

A lipoaspiração de alta definição difere da tradicional na medida em que esta visa, além da aspiração de gorduras localizadas, esculpir os músculos e tonificar o corpo. 

Este tipo de cirurgia só é recomendado a pessoas que tenham um bom tónus muscular e, preferencialmente, façam desporto e estejam perto da obtenção dos seus objetivos. 

Assim, embora ajude a remover a gordura localizada, este tipo de cirurgia não é, também, a melhor forma de emagrecer com cirurgia estética. 

Já conhecia todos estes procedimentos cirúrgicos estéticos e bariátricos? Consideraria realizar alguma destas operações? Partilhe a sua experiência pessoal com os restantes leitores do 1001 Dietas. 

Poderá ter interesse também em:

A perda de peso e a sexualidade

Sem Comentários

Escreva um comentário