HIIT emagrece

HIIT emagrece, como fazer treino HIIT

O HIIT (treino intervalado de alta intensidade) é um dos muitos treinos do qual, diariamente, ouvimos falar. Sabe em que consiste um programa HIIT? E sabe se o treino HIIT emagrece? Venha com o 1001 Dietas saber mais sobre o circuito HIIT e descubra, connosco, se o HIIT emagrece e como pode integrar este tipo de exercício na sua rotina.

As pessoas sabem bem, pelo menos em teoria, que mudar de atitude é o primeiro passo. Ainda assim, perante o leque de escolhas existentes em pleno século XXI, saber qual é o segundo passo poderá não ser tão simples.

Num olhar muito célere sobre as opções de dieta e emagrecimento, as pessoas irão deparar-se com dezenas de dietas da moda e com treinos tão distintos como o treino funcional ou os treinos calisténicos.

Outro nome que, nesta procura, poderá saltar à vista e que tem vindo, gradualmente, a ganhar adeptos é o HIIT ou, em português, treino intervalado de alta intensidade.

Com promessas de perda de peso rápida, o programa HIIT apela àqueles que visam a queima de gordura localizada e o aumento da firmeza corporal.

Hoje, é sobre o HIIT que lançaremos o olhar, para descobrirmos se, efetivamente, a prática de HIIT emagrece e como se pode fazer um treino intervalado de alta intensidade.

Se também quer saber como fazer treino HIIT e conhecer mais sobre esta forma de exercício, este é o artigo certo para si.

1. O que é o treino HIIT? HIIT emagrece

O treino HIIT (treino intervalado de alta intensidade) é uma técnica de treino onde o corpo é, durante curtos períodos, puxado ao limite em treinos de alta intensidade, com movimentos curtos, rápidos e explosivos; seguindo-se uma fase, também curta, de recuperação.

Este tipo de treino aumenta o ritmo cardíaco, melhorando o metabolismo e promovendo a queima de gordura durante e depois do treino. Ao implicar um aumento da necessidade de oxigénio, este tipo de treino garante que, mesmo depois de terminado o exercício, o corpo continua a queimar calorias.

Ao período de queima de gorduras depois do treino chama-se EPOC (consumo de oxigénio pós-treino) e é este o grande responsável pela noção de que o HIIT emagrece mais do que qualquer exercício de cardio.

Este tipo de exercício será praticado dentro do que constitui um treino de alta intensidade para cada pessoa, sendo diferente considerar o HIIT para um iniciante, um obeso ou um atleta.

Para que seja funcional, no entanto, o exercício deverá levar ao limite do esforço qualquer pessoa que o pratique, considerando as suas capacidades físicas.

2. HIIT: como fazer? Em que consiste um programa HIIT?

Fazer um treino HIIT implicará que divida o seu período de treinamento em dois momentos: o de treino intenso, onde deverá puxar o seu corpo ao limite, dentro do máximo de intensidade; e os momentos de repouso.

Não existem treinos específicos para o HIIT, consistindo este em qualquer tipo de prática que garanta que o corpo é estimulado com um treino de alta intensidade, seguindo de pausas curtas.

Um exemplo de um programa HIIT será realizar 15 segundos de exercício de alta intensidade (por exemplo, correr uma ladeira), seguido de 60 segundos de pausa ou com exercícios de baixa intensidade.

Esta sequência deverá ser repetida cerca de 10 vezes, o que corresponde a um treino de cerca de 15 minutos. Recomenda-se que o treino termine com um momento de alta intensidade.

HIIT: exercícios

O HIIT pode ser feito em quase todo o lado e os exercícios são diferentes mediante a escolha do atleta, sendo que terão, sempre, de puxar ao limite a capacidade física de quem o pratica.

Em casa, por exemplo, as pessoas poderão apostar em agachamentos, abdominais, flexões, abdominais cruzados ou outros tipos de abdominais.

Na rua, poderá apostar pela corrida na subida de uma rampa, por flexões inclinadas em bancos de jardim, por abdominais invertidos em bancos ou por lunges na subida de uma rampa.

A praia será, ainda, uma boa opção, sendo que, neste espaço, poderá optar por saltos, por burpees ou por movimentos de braços na água, com o tronco devidamente submerso.

3. O hiit emagrece? Será que o HIIT funciona mesmo?

Sim! Altamente ancorado na noção de EPOC (processo no qual o corpo mantém um elevado consumo de oxigénio pós-treino), o treino HIIT tem sido aclamado pelos seus resultados para a perda de peso.

Ao intervalar períodos de atividade no máximo de intensidade com períodos de repouso, o HIIT ajuda na queima de gordura e no ganho de massa muscular.

Segundo um estudo apresentado na American College of Sports Medicine, o treino HIIT emagrece devido à forma como a alta intensidade dos seus exercícios levam o corpo a queimar 10% mais calorias no dia que segue o treinamento.

Subscrevendo esta ideia, um estudo da Laval University acrescenta ainda que o treino intervalado de alta intensidade leva a índices mais elevados de oxidação lipídica, isto é, uma muito maior queima de gordura, quando comparados com indivíduos que praticam exercícios de esforço continuado.

HIIT ou funcional? Qual o melhor treino para mim?

A diferença fundamental entre o treinamento HIIT e o treino funcional é que, enquanto o primeiro visa intercalar momentos de treino de alta intensidade seguidos de períodos de repouso, que promove uma queima intensa de gordura e eleva a continuação do processo de emagrecimento pós-treino; o treino funcional parte de movimentos naturais, que o corpo está designado a cumprir (como correr, saltar, empurrar, etc), gradualmente aumentando a resistência, o equilíbrio, a força e a agilidade.

Ambos os treinos levarão à perda de peso, embora o façam de forma distinta. Os efeitos do HIIT são mais rápidos mas, ainda assim, o treino funcional ajuda na manutenção de um corpo saudável e bonito a longo prazo.

Alguma vez praticou um treino HIIT? Acredita que o HIIT emagrece? Conte a sua experiência pessoal aos restantes leitores do 1001 Dietas.

Algumas fontes: dailyburn  shape pt.myprotein emagrecendo self nit comoemagrecercerto

3

Sem Comentários

Escreva um comentário