Impacto físico e psicológico de parar de treinar

Impacto físico e psicológico de parar de treinar

Parar de treinar pode ter um forte impacto físico e psicológico no organismo humano. Mas sabe concretamente o que acontece quando pára de treinar? Venha descobrir com o 1001 Dietas.

A tendência para a busca do corpo saudável e perfeito tem levado cada vez mais pessoas a procurarem um personal trainer, ginásio ou mesmo atividades que possam praticar de forma individual (como running ou treinos calisténicos). 

Quem trabalha com a área do fitness, no entanto, revela que muitas pessoas apenas procuram o exercício em algumas fases do ano (depois do ano novo e antes do verão, por exemplo), parando depois a atividade. Outras pessoas, simplesmente, têm alguma dificuldade em manter a motivação, o que as leva a desistir quando não obtêm os resultados esperados no tempo em que desejariam.

De facto, a construção muscular, a perda de peso e o combate à obesidade pode ser um processo moroso e complexo. Ainda assim, parar de treinar é algo que não deve fazer, já que esta paragem tem consequências psicológicas e físicas.

Hoje, com a paragem dos ginásios e para salientar a importância de manter a sua rotina de treino, mesmo que em casa, exploramos algumas das formas como a paragem dos treinos pode impactar física e mentalmente nas pessoas. Descubra mais com este artigo.

Impacto físico e psicológico de parar de treinar

1. Diminuição da força física e da resistência

Não é preciso que pare durante muito tempo para começar a notar que a sua força e resistência diminuem.

Após 10 a 28 dias sem treinar, os efeitos da falta de treino começarão a fazer-se sentir e notará que a sua velocidade, agilidade e força muscular são menores. (1)

2. Retração muscular

Ainda que a memória muscular possa ser uma boa forma de retomar a massa magra perdida pela paragem do treino, esta não impedirá que, no momento em que parar, o seu corpo comece a reduzir a sua massa muscular. (2)

Para que o corpo comece a perder massa muscular bastam algumas semanas de sedentarismo, o que pode colocar em risco todos os resultados que conquistou durante o seu tempo de treino.

3. Aumento da massa gorda

O aumento da massa magra é algo que acontece a par com a perda da massa muscular. Muitas pessoas notam, ao final de algumas semanas sem treinar (usualmente entre 6 a 8 semanas) que aumentaram o seu perímetro de cintura e ganharam peso.

A massa gorda não se manifesta apenas na parte visível do corpo, acontecendo com frequência também o aumento da gordura visceral que, como sabe, é muito prejudicial para a saúde.

4. Sensação de mau-humor

As endorfinas libertadas durante a prática do exercício físico são excelentes reguladoras do humor e, por isso, quando deixa de treinar, corre o risco de sentir-se mal-humorado sem razão aparente.

Dependendo da pessoa e da sua propensão, esta situação pode desencadear problemas mais severos, incluindo ansiedade e depressão. (3)

Sabia os principais riscos de parar de treinar? Alguma vez parou a sua rotina de treino? Qual foi o impacto desta paragem? Partilhe a sua experiência aqui, no 1001 Dietas.

25

No Responses

Write a response