O que é a zeaxantina

O que é o Ruibarbo

O que é o Ruibarbo

O ruibarbo é uma aclamada planta medicinal. Já conhece as suas propriedades? Venha conhecê-las com o 1001 Dietas.

1. Para que serve o ruibarbo?

O ruibarbo, cujo nome científico é Rheum palmatum L. apresenta-se como uma planta medicinal, da família dos vegetais, muito utilizada na confecção de doces. Esta serve para melhorar o sistema digestivo, incluindo o trato gástrico e intestinal. A melhoria da motilidade do nosso cólon e o alívio da obstipação são duas das suas funções no organismo.

2. Como funciona o ruibarbo?

A ação do ruibarbo no organismo humano dá-se devido à sua composição, onde se incluem moléculas chamadas heterósidos. Estas moléculas agem como profármacos, sendo processados pelas enzimas bacterianas alojadas no cólon e evitando a absorção de líquidos. Desta forma, ajudam a minorar inchaços, melhoram o trânsito intestinal e previnem a prisão de ventre.

3. Benefícios do ruibarbo para a saúde

O alívio dos problemas gastrointestinais, no entanto, não é o único benefício desta planta medicinal. Entre os principais benefícios do ruibarbo encontramos:

– Melhoria da saúde ocular;
– Promoção da saúde cutânea;
– Aliado da saúde cardiovascular;
– Ação anticancerígena;
– Ação anti-inflamatória;
– Promoção da perda de peso;
– Fortalecimento do sistema imunitário;
– Aporte de diversos nutrientes essenciais.

4. Efeitos da falta de ruibarbo no organismo

Não existem efeitos associados à falta de ruibarbo no organismo humano, sendo o seu consumo opcional. Ainda assim, a integração do ruibarbo na dieta, mediante a sua forma natural ou suplemento, pode ser vantajosa para a saúde humana.

5. Dose diária recomendada de ruibarbo

A dosagem de ruibarbo a consumir diariamente, depende da sua forma de toma. Em extrato seco deverão ser consumidas cerca de 20 a 50 mg diariamente. A planta em si deve ser consumida com moderação, sendo evitadas as folhas, já que a sua ação química pode ser tóxica para o organismo. Gestantes e lactantes não devem consumir ruibarbo.

6. Sobredosagem do ruibarbo e seus efeitos no organismo

O excesso de ruibarbo pode ser perigoso. A sua sobredosagem pode ser causadora de eventuais espasmos intestinais, promovendo a inflamação do cólon, problemas gastrointestinais e problemas de absorção de potássio.
Desaconselha-se a toma de ruibarbo em gestantes e lactantes, bem como em pessoas que sofram de insuficiência cardíaca ou de insuficiência renal.

7. Fontes naturais de ruibarbo

Tratando-se de uma planta medicinal, o ruibarbo é, em si, uma fonte natural. Este pode ser confeccionado de várias formas e, em alguns países, surge sob diversas formas, incluindo gelados e iogurtes. Existem também suplementos naturais de ruibarbo e/ou que contêm esta planta na sua composição.

Conheça também as caraterísticas da Monacolina K e o seu papel para o organismo.

2

Sem Comentários

Escreva um comentário