O que é a zeaxantina

O que é a zeaxantina 

A zeaxantina é a responsável pela coloração de vários alimentos. Sabe o que é, em concreto, a zeaxantina. Venha descobrir com o 1001 Dietas

1. Para que serve a zeaxantina? 

Responsável pela coloração de inúmeros alimentos, a zeaxantina surge como um pigmento natural, sendo um carotenóide. As suas tonalidades variam, podendo encontrar-se sob a forma de pigmento laranja, vermelho, amarelo e verde. 

Estes compostos naturais agem em conjunto e são responsáveis pela fotossíntese das plantas. Ao contrário destas, o nosso corpo não produz zeaxantina, sendo a sua ingestão importante para que os benefícios se façam sentir. 

A zeaxantina e também a luteína são pigmentos naturais encontrados nos alimentos de cor amarela, vermelha, alaranjada e verde. Elas são carotenóides, compostos naturais que trabalham juntos para promover o processo de fotossíntese nas plantas, controlando a absorção da luz para evitar que o excesso de luz solar, em especial dos raios ultravioleta, lhes causem danos. 

A zeaxantina serve para melhorar a saúde ocular e visual, evitando problemas degenerativos e relacionados com o envelhecimento. Este carotenóide anda usualmente a par com a luteína. 

2. Como funciona a zeaxantina? 

O funcionamento da zeaxantina, principalmente quando em conjunto com a luteína, é feito mediante a migração da mesma para o olho, onde penetra a lente e a mácula até ao centro da retina, ajudando a construir uma película amarelada que protege as células oculares. 

Protegidas das frequências danosas da luz, os olhos ficam mais protegidos contra a agressão externa e várias doenças oculares são prevenidas. 

Esta age ainda como um antioxidante, evitando que o stress oxidativo promovido pelos radicais livre provoque danos a nível celular. 

3. Benefícios da zeaxantina para a saúde 

Os principais benefícios da zeaxantina para a saúde prendem-se justamente com a saúde ocular. 

Neste campo, a zeaxantina irá agir contra a degeneração macular, proteger o olho a nível celular e prevenir o aparecimento de doenças degenerativas, como as cataratas. 

Além disso, outro benefício da zeaxantina é a proteção cutânea e a melhoria da pele. 

4. Efeitos da falta de zeaxantina no organismo

Não se conhecem efeitos associados à carência de zeaxantina no organismo. 

5. Dose diária recomendada de zeaxantina

Não existe uma dosagem recomendada de zeaxantina, ainda assim, sabe-se que a quantidade deste carotenóide que deve ingerir se relaciona grandemente com as necessidades pessoais de cada pessoa, incluindo com os seus hábitos (por exemplo, se é fumador ou não). 

Para proteger o corpo da degeneração macular recomenda-se a toma entre 6 e 20 mg deste carotenóide por dia. 

6. Sobredosagem da zeaxantina e seus efeitos no organismo

A zeaxantina é considerada muito segura. O único efeito encontrado, até ao momento, foi a nível cutâneo, verificando-se um amarelecimento da pele mediante a toma excessiva e continuada de alimentos ricos neste composto. 

7. Fontes naturais de zeaxantina

Além dos suplementos que a integram, a zeaxantina pode também ser consumida através de vários alimentos. Entre eles, destacamos os seguintes: 

– Legumes de folha verde (espinafres, brócolos); 
– Nabo; 
– Ervilhas; 
– Couve (de Bruxelas ou repolho); 
– Frutas de cor amarelada e alaranjada (como o dióspiro); 
Ovos (em especial, a gema). 

Saiba também o que é a ornitina.

Sem Comentários

Escreva um comentário