milho emagrece

O milho emagrece? Quais os benefícios?

Os benefícios do milho na alimentação são diversos e quem faz dieta questiona, muitas vezes, se o milho emagrece. Com diversas ações no organismo, este é um cereal fantástico para incluir na sua alimentação. Sabe porquê?

Então, venha descobrir se o milho emagrece e quais os restantes benefícios, com o 1001 Dietas. 

A alimentação é, hoje, mais importante do que nunca. Sabemos que, mais do que cumprir as necessidades físicas e suprimir a fome, o consumo de determinados alimentos é fulcral para o funcionamento dos nossos órgãos e a garantia de uma vida salutar e equilibrada. 

O movimento fit, levado a cabo por uma geração que se preocupa com a aparência e com a saúde, tem vindo a criar esta consciência em todos nós e, por isso mesmo, os benefícios de vários alimentos e bebidas estão hoje sob escrutínio. 

Questionamos, por exemplo, os benefícios da pêra rochada aveia, do chá de tília ou do chá vermelho. Queremos saber se o ananás ajuda a perder peso e como o fazer de uma forma equilibrada. 

Fundamentalmente, mais do que nunca, queremos conhecer as melhores dicas para emagrecer, com saúde e rapidez e deixamos, por isso, que os nossos conhecimentos sobre nutrição e condição física sejam estimulados pela era da comunicação. 

Um alimento que levanta muitas questões é o milho. Nestes meandros, surgem questões como: será que o milho emagrece ou engorda? Quais os benefícios do consumo de milho? Será bom consumir milho na gravidez

De facto, sendo um dos cereais favoritos do ser humano e um dos que há mais tempo acompanham a sua jornada pela agricultura, o milho merece a nossa atenção. 

Hoje, olharemos para os benefícios do milho. Venha saber quais são, com a nossa lista, e descubra, também, se o milho emagrece. 

milho emagrece

1. Benefícios do milho: É nutritivo

O milho é um alimento muito nutritivo. Este é rico em minerais, onde se incluem o magnésio, o manganês, o fósforo, o selénio e o ferro, e também em vitaminas, incluindo a tiamina, o ácido fólico, a niacina e as vitaminas A, E e B6. (1

A presença destes vários nutrientes na sua composição, fazem do milho uma adição fabulosa para uma dieta nutritiva e saudável, tratando-se, por isso, de uma excelente adição numa dieta equilibrada. 

2. Promove a saúde ocular

O milho pode ser incluido entre os alimentos ricos em betacaroteno importantes para a saúde

Rico em carotenóides, responsáveis pela sua tonalidade amarela, o milho tem uma ação positiva sobre os nossos olhos, contribuindo para prevenir doenças oculares degenerativas e para melhorar a visão. 

3. Tem uma ação antioxidante

A presença de luteína e zeaxantina no milho faz com que este promova, no organismo humano, uma forte ação antioxidante. 

Os antioxidantes presentes no milho poderão contribuir fortemente para combater o excesso de radicais livres. 

Desta forma, ao evitar o stress oxidativo, a nível celular, o milho pode contribuir para prevenir doenças cancerígenas e degenerativas, ao mesmo tempo que ajuda a retardar os sinais de envelhecimento precoce. 

4. Ideal para quem pratica exercício

O milho é uma excelente fonte de proteína vegetal e, por isso ideal para incluir na dieta da grávida vegetariana ou da criança vegetariana

Um mero copo de milho pode fornecer 10% da DDR (dose diária recomendada) de proteínas, tratando-se ainda de um produto alimentar rico nos aminoácidos essenciais para o funcionamento do organismo. 

O milho torna-se uma excelente opção para quem pratica exercício, na medida em que ajuda, portanto, a fornecer ao organismo a quantidade de proteínas essenciais, melhorando a condição física e a rentabilidade da prática de exercício. 

5. Benefícios do milho: Ideal para a mulher grávida

O milho é muito rico num dos nutrientes mais importantes para a fase gestacional: o ácido fólico, sendo um dos alimentos ricos em ácido fólico, importantes para a gestante

Este produto alimentar ajudará a garantir a formação do tubo neural do bebé, evitando problemas tão severos como a espinha bífida e outras doenças congénitas. 

O consumo de milho torna-se, assim, ideal para integrar no cardápio da mulher grávida. Além disso, as pipocas na gravidez poderão ser, também, alternativas saudáveis para dar resposta aos desejos da mulher grávida. 

6. Melhora as defesas orgânicas

O sistema imunitário tem também a ganhar com o consumo de milho. Este alimento é muito rico em ácido pantoténico (Vitamina B5), um agente essencial na produção das hormonas suprarrenais e que ativa as defesas orgânicas. (2

O consumo de milho ajudará ainda, devido à ação antioxidante, a melhorar estas defesas, contribuindo para uma maior imunidade e ajudando a proteger o organismo humano de doenças. 

7. Ajuda a reduzir o colesterol

O milho e o seu óleo podem ser encarados como alimentos para baixar os níveis de colesterol. O mau colesterol (LDL) poderá ser menos absorvido pelo organismo mediante o consumo reglar deste cereal, ao mesmo tempo que ajuda a aumentar a absorção do bom colesterol (HDL). (3

A melhoria nos níveis de colesterol do nosso organismo irá contribuir para melhorar, também, o sistema cardiovascular, ajudando a prevenir doenças como o AVC e o enfarte do miocárdio. 

8. Benefícios do milho: Promove o emagrecimento

Para todos os que questionam se o milho emagrece, esta é a resposta: rico em fibras alimentares, este alimento pode ajudar a melhorar o funcionamento do intestino, contribuindo para evitar situações como a obstipação. 

Além disso, ao melhorar o trânsito intestinal, este contribuirá para evitar inchaços. Na verdade, é um alimento fantástico para quem não sabe se está gordo ou inchado, já que a presença de potássio na sua composição pode ajudar, também, a prevenir e tratar a retenção de líquidos

Embora seja uma fonte de gorduras, o milho não tem gorduras trans nem saturadas. Assim, as gorduras presentes no milho (mono e poliinsaturadas) são positivas para o organismo. (4)

Costuma integrar o milho na sua alimentação? Já conhecia os benefícios do milho para a sua saúde? Concorda que o milho emagrece? Conte as suas receitas favoritas com milho aos restantes leitores do 1001 Dietas. 

Poderá ter interesse também em:

Consumo de açúcar e o cancro: sabe como estão relacionados?

15

No Responses

Write a response