castanha do brasil

Castanha-do-brasil: 10 razões para a incluir na dieta

A castanha-do-brasil tem sido enaltecida enquanto aliada da vida saudável. Este alimento tem sido alvo de diversos estudos, que o relacionam com diversos aspetos da saúde humana. Conhece a castanha-do-basil? Então, venha com o 1001 Dietas conhecer 10 razões para a incluir na sua dieta. 

A globalização do comércio e a preocupação com a alimentação têm vindo a alterar as lógicas da dieta um pouco por todo o mundo. 

Além de existir uma maior consciencialização quanto às questões da saúde, do corpo e do bem-estar; a introdução de novos alimentos, com as mais diversas proveniências, contribui, também, para estas mudanças. 

A introdução de lógicas da dietética chinesa, bem como o reconhecimento da importância de algumas das frutas africanas, como é o caso do loengo, e muitos, muitos exemplos de outros alimentos com as mais diversas origens chegam, hoje, à nossa mesa. 

Um bom exemplo disto é, também, a castanha-do-brasil (também conhecida como castanha-do-pará). Este castanha, rica em sabor e com inúmeras propriedades nutricionais, é proveniente da Amazónia, no Brasil, tratando-se da semente do castanheiro-do-pará. 

Hoje, é sobre este alimento que nos debruçaremos, para que fique a saber todas as razões pelas quais a castanha-do-brasil deve constar na sua ementa. Venha saber quais são os benefícios da castanha-do-brasil para a sua saúde. 

Castanha-do-brasil

1. Razões para consumir castanha-do-brasil: Melhora a saúde óssea e dentária

A presença do magnésio e do fósforo são boas razões para consumir castanha-do-brasil. Este alimento irá contribuir para a manutenção da saúde dos nossos ossos, ao mesmo tempo que promovem o próprio processo de construção dos ossos. 

Além disso, estes minerais são ainda fundamentais para garantir a fixação do cálcio nos dentes e nos ossos. 

2. Tem uma ação anticancerígena

O selénio presente na castanha-do-brasil promove a ação de uma enzima chamada glutationa peroxidase, um forte antioxidante, que irá ajudar no combate aos radicais livres que são, em parte, responsáveis pelas mutações que geram o aparecimento de vários tipos de cancro. 

Além disso, estudos recentes (incluindo um publicado na revista científica Cancer Research e outro publicado na Cell Biology and Toxicoly) têm ainda demonstrado o papel do selénio na promoção da apoptose das células cancerígenas, apontando os alimentos ricos neste nutriente – tal como a castanha-do-brasil – como forma de prevenção e tratamento tumoral. (1

3. Melhor a saúde muscular

Alimentos ricos em proteína, como a castanha-do-brasil, são essenciais para garantir a renovação, crescimento e reparação muscular. 

Para quem pratica exercício físico, a castanha-do-brasil poderá ser uma aliada, na medida em que ajuda na reparação de micro-lesões, ao mesmo tempo que estimula a síntese de testosterona e promove, assim, o aumento da massa magra. É, por isso, também uma forte aliada da tonificação muscular. (2

4. Melhora os índices de colesterol

Embora se trate de uma semente oleaginosa e, como tal, rica em gorduras; a castanha-do-brasil conta com aquilo a que podemos chamar “gorduras boas”. 

No organismo humano, esta castanha contribuirá para o aumento dos índices de bom colesterol (HDL), ao mesmo tempo que ajuda a regular e diminuir a presença do mau colesterol (LDL). 

Estudos revelam que a ingestão diária de castanha-do-brasil (entre 15 a 25 gramas) ajuda a melhorar os índices de colesterol. 

5. Razões para consumir castanha-do-brasil: Promove a regulação do sistema digestivo

Entre as propriedades da castanha-do-brasil encontra-se o seu papel ao nível da regulação das várias fases do nosso trato gastrointestinal. 

Além de melhorarem o processo de digestação, facilitando o trânsito alimentar e melhorando a absorção dos nutrientes essenciais, a sua riqueza em fibras ajuda a evitar cenários como a obstipação e as hemorróidas

6. Previne doenças neurodegenerativas

A ação antioxidante promovida pelo consumo da castanha-do-brasil, faz com que este alimento possa, mediante o combate aos radicais livres, reduzir o stress oxidativo e evitar algumas doenças degenerativas. (3

Entre as doenças que podem ser prevenidas pela integração da castanha-do-brasil na sua dieta encontram-se o Alzheimer e o Parkinson. 

7. Melhora os quadros de hipertensão

Um dos aminoácidos presentes na castanha-do-brasil é a arginina. Este aminoácido é muito importante, no organismo, para que o óxido nítrico seja sintetizado. 

Ao promover este processo, a castanha-do-brasil funcionará como uma promotora da vasodilatação e ajudará a melhorar os quadros clínicos de hipertensão. 

8. Reforça o sistema imunitário

A presença do selénio nas castanhas-do-brasil, assim como a sua riqueza nutricional, promovem um sistema imunitário mais forte. (4

Sendo reforçado pelas vitaminas e minerais que integram esta noz, o organismo terá menos propensão a contrair doenças, incluindo doenças sazonais, como resfriados e gripes. 

9. Promove o emagrecimento

Rica em proteínas e fibras, a castanha-do-brasil age como um saciante e um regulador de apetite, ajudando a evitar situações de compulsão alimentar e a busca por alimentos de conforto. 

Além disso, o seu papel na regulação hormonal, nomeadamente da triiodotironina promove um metabolismo mais célere e promove, assim, uma maior queima de calorias ao longo do dia. (5

10. Razões para consumir castanha-do-brasil: Melhora a saúde cutânea

A castanha-do-brasil também pode ajudar a melhorar a saúde da pele. O zinco e o selénio presentes neste alimento têm uma ação anti-inflamatória e ajudam a reduzir problemas de pele, incluindo o acne. 

Costuma ingerir castanha-do-brasil? Conte aos restantes leitores do 1001 Dietas como integra esta noz na sua alimentação. 

Poderá ter interesse também em:

Os benefícios do piri-piri para a saúde: conheça as propriedades da malagueta

2

Sem Comentários

Escreva um comentário