Sexualidade na dieta saudável

O papel da sexualidade na dieta saudável

Sexualidade na dieta saudável, terá alguma relação

Sexo e dieta parecem-lhe dois conceitos totalmente distintos? E se lhe dissermos que não o são? Venha com o 1001 dietas perceber o papel da sexualidade na dieta saudável.

Sexualidade e dieta podem parecer dois temas distintos e que se cruzam apenas pelo facto de ambas as temáticas estarem na moda.

Ambas estão, efetivamente, no centro das atenções do nosso século.

Ainda assim, reduzir a sua correlação apenas à fama que os coloca nos meandros das conversas poderá ser inexacto.

A perda de peso e a sexualidade estão relacionadas e podem ser uma forma de conquistar objetivos.

Ao longo do tempo, o papel das várias atividades humanas na criação de uma vida saudável tem sido amplamente estudada.

Assim, o desporto, a nutrição e mesmo técnicas como a acumpuntura, ganharam uma reputação bem merecida, sendo impulsionadores efetivos do que pode ser considerado “um estilo de vida fit”.

Assim, cada vez mais, um pouco por todo o mundo ocidental, a preocupação com o corpo e com a saúde tem feito com que o foco das pessoas se dirija para a prática de exercício físico e para a criação de hábitos alimentares equilibrados.

Outros elementos da vida quotidiana, no entanto, parecem exercer um papel importante nas 1001 dietas que vão tendo lugar, ajudando a garantir o seu sucesso.

Algumas evidências parecem, pois, apontar para a ideia de que a própria sexualidade poderá ter, no que diz respeito a este aspeto, uma ação mais importante do que a esperada, sendo um catalisador que atua de várias formas e sempre no sentido da conquista dos maiores objetivos de quem se enquadra nas novas tendências, procurando uma vida mais saudável e um corpo mais magro.

Por julgarmos pertinente esta análise do sexo enquanto aliado das dietas, decidimos, hoje, debruçar-nos sobre esta temática para tentarmos compreender em que medida a sexualidade pode impactar na perda de peso e no bem-estar das pessoas.

Acompanhe-nos neste artigo para saber qual a relação entre as dietas e a sexualidade.

1. Os desafios das dietas

Comecemos por olhar para as dietas e para os – muitos – desafios aliados à mesma. Quando uma pessoa decide iniciar uma alimentação saudável e regrada, é verdade que a sua saúde e o seu corpo são beneficiados.

Ainda assim, se formos honestos, este é um processo que algumas pessoas consideram difícil (ou mesmo penoso), já que têm dificuldade em manter o autocontrolo necessário para fazer as melhores escolhas alimentares.

Além disto, muitas pessoas com excesso de peso, acabam por atingir este estado justamente porque dão por si a ceder à compulsão alimentar, geralmente saciada com alimentos pouco saudáveis, como açúcares, gorduras e hidratos de carbono.

Este será, talvez, o maior desafio de quem deseja iniciar uma dieta: deixar de sentir o desejo intenso pelos alimentos menos saudáveis e iniciar uma rotina mais equilibrada, sem ceder à vontade de comer compulsivamente.

O desafio de que falamos foi porta de entrada para se compreender, então, o papel da sexualidade numa dieta saudável, já que alguns especialistas clínicos e da área da sexologia acreditam que a atividade sexual regular pode ajudar a evitar este tipo de comportamento e a minorar a vontade de comer alimentos “proibidos” nas dietas.

2. O sexo e a dieta

Uma das investigadoras que defende a importância da sexualidade para uma vida saudável é Jena La Flamme. Esta profissional da área da sexologia é mesmo autora do livro “Pleasurable Wheight Loss”, onde refere que a manutenção de uma vida sexual ativa pode ajudar a evitar o desejo pelas comidas menos saudáveis.

Além de a atividade sexual agir como catalisadora para a perda de peso, devido ao número de calorias queimadas durante este ato, esta ajuda ainda a reduzir os índices de stress que levam à compulsão alimentar e estimula o organismo, melhorando-o a nível metabólico.

Neste sentido, La Flamme refere ainda o papel do prazer.

Sendo fundamental na vida do ser humano o prazer é sempre procurado e, aos olhos desta especialista, quando não existe prazer sexual, há uma procura no sentido de compensar o mesmo através de outros centros de prazer, como o gustativo, o que leva à ingestão excessiva de “alimentos de conforto”.

A interação sexual pode ainda ser uma aliada da dieta na medida em que a busca pela sensualidade e a observação do corpo podem ser grandes incentivos para a procura de estilos de vida que promovam a obtenção e manutenção de um corpo firme e bonito.

Por fim, depois da atividade sexual, a sensação de bem-estar é outro dos aspetos que pode levar à promoção de um estilo de vida mais orientado para o cumprimento de objetivos, ajudando a reduzir a sensação depressiva que muitas pessoas têm quando iniciam este tipo de rotina saudável.

Sexualidade na dieta saudável

3. O papel da sexualidade na dieta saudável

Como vimos, sexo e dieta realmente não são dois conceitos totalmente distintos. Estes têm vários pontos de contacto e podem coexistir de uma forma que promova uma vida mais equilibrada e saudável.

A manutenção de uma rotina sexual ativa (e, se for o caso, devidamente protegida) pode ser benéfica para vários aspetos da vida de ambos os parceiros e, simultaneamente, contribuir para que estes cumpram os objetivos das suas dietas.

Embora mais estudos tenham de ser realizados para que se compreenda melhor a magnitude do impacto que a vida sexual pode ter na perda de peso, o que se sabe até ao momento aponta para que esta possa ser uma grande aliada de quem inicia uma dieta.

Já tinha pensado na importância da sexualidade numa dieta saudável? Qual é a sua opinião sobre esta questão? Não deixe de nos contar o que pensa sobre este artigo.

Algumas fontes: medicalnewstoday  sharecare  livestrong  doctoroz  pleasurableweightloss

No Responses

Write a response