Ácido fólico engorda

Ácido fólico engorda: será mito ou realidade?

O ácido fólico é uma vitamina extremamente importante no corpo humano. Em algumas fases da vida, como a gestação, esta é particularmente aclamada. Para quem quer emagrecer, no entanto, ela gera outro tipo de questão: será que o ácido fólico engorda? Se esta pergunta está na sua mente, venha descobrir a resposta com o 1001 Dietas.

Vitaminas e minerais fazem parte das necessidades efetivas do corpo. Estas estão na base de muitos dos alimentos que consumimos e ajudam-nos a escolher qual a melhor dieta para cumprirmos os nossos objetivos.

Das dietas da moda, passando pela dieta mediterrânica e até aos modelos menos restritivos de dieta; a verdade é que se procura, de alguma forma, saber mais sobre os alimentos ingeridos para se fazer as melhores escolhas.

Damos por nós a questionar os benefícios do alho ou da cebola; a querer conhecer os frutos que engordam e os que ajudam a emagrecer; a tentar descobrir porque é que engordamos quando estamos a fazer uma dieta.

Por entre todas estas questões, damos por nós a querer saber em concreto o que é a vitamina A, o que é crómio ou o que é o ácido fólico. E vamos mais longe, questionamos o impacto positivo e negativo que estes nutrientes podem ter no nosso corpo.

No caso do ácido fólico – uma vitamina muito aclamada durante a gestação – também temos perguntas: afinal, o ácido fólico ajuda a engravidar mais rápido? Será que esta vitamina engorda na gestação? Quais os perigos do excesso de ácido fólico se estiver grávida? E se estiver de dieta? Será que é mesmo verdade que o ácido fólico engorda?

Hoje, é nesta última questão que mergulhamos, para sabermos em concreto se a ideia disseminada de que o ácido fólico engorda é mesmo real ou se não passa de um mito. Se também quer descobrir se o ácido fólico engorda, encontrou o artigo certo para si.

1. O que é o ácido fólico? Ácido fólico engorda

O ácido fólico ou vitamina B9 trata-se de uma das vitaminas fundamentais para o corpo, agindo sobre o nosso sistema imunitário e o nosso sistema nervoso; ao mesmo tempo que garante a divisão celular e a renovação celular no nosso corpo.

Ao garantir a metabolização das proteínas estruturais e ao ocupar-se da formação da hemoglobina, esta vitamina torna-se fundamental para garantir que o organismo humano se mantém saudável.

Entre os benefícios do seu consumo encontra-se a prevenção de doenças cardiovasculares, de doenças degenerativas e de doenças cancerígenas. Esta vitamina garante ainda a melhoria do sistema cerebral e imunitário. Vale ainda a pena salientar o papel do ácido fólico para a saúde e beleza da pele e do cabelo.

2. O ácido fólico engorda?

A ideia de que o ácido fólico engorda não existe por acaso. Estudos mais antigos, em ratos e humanos com subpeso, revelaram que o consumo de suplementos de ácido fólico poderia promover o ganho de peso.

Ainda assim, a ideia de que o ácido fólico engorda gerou muitos outros estudos, com amostras mais alargadas e várias condicionantes distintas, que vieram a revelar que, por norma, não só a ideia de que o ácido fólico engorda está globalmente errada, como o seu papel no emagrecimento pode, também, ser considerado.

O que dizem os estudos sobre esta questão?

Um estudo publicado em 2016 na revista científica Nutrientes e que reuniu vários autores com o apoio do Instituto de Pesquisa em Saúde do Canadá revelou que, na amostra utilizada, o ácido fólico, mesmo em excesso, não promovia o ganho de gordura ou de massa em indivíduos que mantinham uma dieta pobre em gorduras podendo, no entanto, ter este efeito quando o excesso de ácido fólico acontecia a par com uma dieta rica em gordura. Nesta última situação, a inflamação de tecidos e o ganho de massa gorda poderia acontecer, agravando situações como a obesidade.

Da mesma forma, estudos americanos têm vindo a associar o excesso de ácido fólico, sob a forma de suplemento, ao aumento de peso. Ainda assim, quando tomado dentro da dosagem recomendada, este tipo de suplemento não apresenta resultados que o associem ao aumento de peso.

Consistentemente, os vários estudos realizados sobre o papel do ácido fólico na dieta, debruçando-se sobre a ideia de que o ácido fólico engorda, têm demonstrado que nas doses recomendadas, não se verifica a relação entre o consumo desta vitamina e o aumento de peso.

Mas existem situações em que o ácido fólico engorda?

Engordar não é um efeito direto que o ácido fólico tenha no organismo. Ainda assim, a toma excessiva de ácido fólico, nomeadamente através do recurso a suplementos alimentares, poderá fazer com que a pessoa sinta mais apetite e, como tal, ingira um maior número de calorias, o que poderá resultar num aumento de peso.

3. Afinal, o ácido fólico tem um papel no emagrecimento?

Sendo uma vitamina muito importante para o organismo e para garantir o bom funcionamento do metabolismo humano, o ácido fólico é fundamental na alimentação humana.

O ácido fólico é responsável por metabolizar os aminoácidos essenciais para a divisão celular. Segundo os editores de saúde da Fox News, estando diretamente envolvido no processo de metabolização de proteínas, este é também essencial para promover a queima da gordura e a produção energética.

Em que alimentos posso encontrar o ácido fólico? ácido fólico engorda

O ácido fólico está presente em vários alimentos, que podem facilmente ser integrados na nossa alimentação. Algumas fontes de ácido fólico são:

– Vegetais, com destaque para a beterraba e os legumes de folha verde;
– Grãos, como o feijão, o milho ou as lentilhas;
– Carnes bovinas e de caça;
– Fruta (citrinos, bananas, tomate, papaia, etc);
– Sementes oleaginosas;
– Frutos secos;
– Especiarias (como, por exemplo, a pimenta).

Alguma vez tinha ouvido dizer que o ácido fólico engorda? Sabia o contributo desta vitamina para a sua dieta e a sua importância para o corpo? Partilhe a sua experiência com os restantes leitores do 1001 Dietas.

Algumas fontes: livestrong ncbi.nlm.nih mundoboaforma weightlossforall brasil.babycenter natue

2

Sem Comentários

Escreva um comentário