fruta é sempre saudável

Cristalizada, desidratada e em calda: será que a fruta é sempre saudável?

Dizer que a fruta é sempre saudável parece senso comum mas, na verdade, podem existir algumas excepções. Quer saber mais sobre a fruta e as suas várias formas? Então, venha descobrir com o 1001 Dietas. 

Tendemos a debruçar-nos sobre a fruta e os legumes com uma ideia pré-estabelecida: estes são alimentos saudáveis. 

Ainda que não nos faltem questões sobre as frutas que engordam, a verdade é que se torna mais comum assumir que estas promovem o emagrecimento e procurar, nelas, aliadas alimentares para atingirmos os nossos objetivos fit. 

Definindo que o sobrepeso ou a obesidade não tem de ser um peso para toda a vida encontramos, com frequência, os mais diversos frutos nos nossos pratos e nas nossas rotinas alimentares. 

Mas será que a fruta é sempre saudável? Será que podemos, sem questionamento, acreditar nos benefícios dos mais diversos frutos e integrá-los na dieta? Ou será que, sob algumas das suas formas, a fruta prova que nem sempre é a melhor opção? 

Hoje, foi isto mesmo que questionámos e, por isso mesmo, olhámos para a fruta cristalizada, a fruta desidratada e a fruta em calda, para descobrirmos se é verdade que a fruta é sempre saudável. 
Se também quer saber se a fruta é sempre saudável, este é o artigo certo para si! 

fruta é sempre saudável

1. As várias formas da fruta

A ideia do fruto colhido da árvore e que nos traz o benefício completo das vitaminas e minerais é, hoje, apenas uma das várias formas que encontramos ao falar de “fruta”. 

Ainda existe, é claro! Frutos diversos, incluindo os de origem biológica (ou os que crescem, quando temos sorte, nos nossos quintais e quintas) podem ser encontrados e ingeridos. 

Ao longo dos séculos, no entanto, o ser humano tem passado a apresentar os frutos também de outras formas, algumas das quais se vulgarizaram e nos chegam ao prato de forma natural e, muitas vezes, acrítica. 

Além de tentar dar resposta à necessidade humana de provar novos sabores e de variar a sua ementa, estas formas de apresentar a fruta visam também dar resposta aos modelos económicos da atualidade, minorando a perda económica associada aos excessos de produção e às quebras. (1

Mas, afinal, sob que formas encontramos a fruta? 

As várias “caras” da fruta

Exemplos das formas que a fruta pode tomar nos dias de hoje são: 

– em compotas e em doces; 
– cristalizada; 
– liofilizada; 
– desidratada ou seca; 
– em calda. 

Olharemos, de seguida, para três destas formas de comer fruta para descobrirmos quão saudáveis são. 

2. Será que a fruta é sempre saudável: a fruta cristalizada

A fruta cristalizada passa por um processo específico no qual existe um momento de cozedura, em água com açúcar. O próprio processo de cozedura, como se sabe, remove grande parte dos nutrientes essenciais e das vitaminas dos frutos, o que reduz grandemente os seus benefícios para o organismo humano. 

Posteriormente à cozedura, estes frutos são secos, ganhando a conhecida textura cristalizada, que as deixa com uma maciez interior e uma camada açucarada e doce no exterior. 

Todo o processo de cristalizar a fruta corresponde, portanto, a uma redução nutritiva e vitamínica e a um aumento significativo no número de calorias. (2

Desta forma, para quem faz dieta, a fruta cristalizada não será a melhor opção. 

3. Será que a fruta é sempre saudável: a fruta desidratada ou seca

O processo de fazer frutos desidratados recorre, por norma, ao seu aquecimento, visando que a mesma perca a água que a compõe. Este processo pode ser realizado de forma natural, ao sol, como muitas vezes se faz com as uvas; ou através de fornos e estufas. 

No processo de secagem e desidratação, muitas das propriedades da fruta são mantidas, já que os seus nutrientes se mantêm presentes. Ainda assim, algumas das vitaminas são eliminadas pela própria temperatura que o processo implica. 

Apesar da perda vitamínica, estes frutos mantém as suas propriedades anti-oxidantes e as fibras, sendo boas aliadas do organismo e podendo, por isso, ser integradas na dieta, ainda que em doses moderadas. (3

4. Será que a fruta é sempre saudável: a fruta em calda

A fruta em calda resulta de um processo de cozedura numa calda que inclui o próprio sumo da fruta com açúcar. O processo de cozedura leva a que esta fruta perca algum do seu valor nutricional, incluindo vitaminas, fibras e micronutrientes. Além disso, por ser cozida em açúcar, esta fruta aumenta substancialmente o seu índice calórico. 

Embora não se possa qualificar como um alimento saudável, no entanto, esta é uma boa opção para quem não resiste a uma sobremesa mais doce de vez em quando, já que continua a oferecer mais benefícios à saúde do que uma mousse de chocolate ou uma fatia de bolo. (4

5. Moderação: uma palavra saudável

Como vimos, dizer que a fruta é sempre saudável pode ser errado. A fruta pode, como outros alimentos, apresentar-se sob formas menos saudáveis, menos nutritivas e menos benéficas para o organismo. 

Ainda assim, isto não significa que deva cortar a fruta cristalizada ou a fruta em calda das suas opções alimentares. O importante será garantir que as consome com moderação e ao mesmo tempo que mantém uma dieta nutritiva e variada e uma rotina de exercício físico. 

A moderação é, pois, a chave da vida saudável e do corpo fit. 

Costuma consumir frutas desidratadas, cristalizadas ou em calda? Acredita que estas opções são saudáveis? Conte aos restantes leitores do 1001 Dietas quais são as suas escolhas e porquê. 

3

Sem Comentários

Escreva um comentário