Como fazer a dieta da sopa

Como fazer a dieta da sopa, funciona?

Como fazer a dieta da sopa

A dieta da sopa é uma das mais conhecidas e tem encontrado vários adeptos nos últimos anos. Os seus resultados são apelativos e a riqueza nutricional é inegável. Saiba como fazer a dieta da sopa.

Se está a tentar emagrecer, é natural que já tenha cruzado com 1001 dietas.

Das promessas mais utópicas aos factos mais estruturados, a informação é diversa e rica, dirigindo-se diretamente àqueles que convivem, no seu quotidiano, com o peso excessivo.

O consumo e sopa é um hábito comum entre os portugueses. Vários pratos de sopa – mais e menos ricos – entram no menu nacional, havendo, inclusivamente, variantes regionais altamente conceituadas.

Na dieta, este alimento é, sem dúvida, um aliado, onde podem ser encontrados vários nutrientes essenciais com um baixo índice calórico.

Foi nesta ideia, pois, que se baseou a dieta da sopa, cuja promessa é a de garantir a perda de peso, de forma rápida e saudável, sem que tenha de passar fome.

Para que esta dieta tenha resultados, no entanto, não basta fazer a dieta… é preciso saber como fazer a dieta da sopa. Hoje, é a esta questão que damos resposta.

Queremos fazer como fazer a dieta da sopa, em que consiste a mesma e quais são os benefícios e desvantagens da mesma.

Acompanhe-nos para saber como fazer a dieta da sopa.

Receitas saudáveis para emagrecer

1. A dieta da sopa

O nome não deverá ser estranho para si e a interpretação passa mesmo pelo nome: esta é uma dieta durante a qual o seu alimento preferencial (e por vezes único) será a sopa.

Muito popular entre quem deseja perder peso, pelos resultados inegáveis, esta dieta não é consensual entre os especialistas de nutrição, sendo defendido por uns e desaconselhado por outros.

Durante a dieta da sopa, o que se pede, no fundo, é atenção e dedicação. A atenção é importante para que a dieta seja regrada e inclua todos os nutrientes essenciais para que o organismo possa funcionar de forma correta.

A dedicação será importante para que não desista antes de ver os resultados esperados.

No geral, esta dieta promove a perda de peso de forma eficaz, reduzindo os índices de gordura, melhorando a performance gastrointestinal, evitando a retenção de líquidos e reduzindo os índices de colesterol e de ácido úrico.

Assim (contando, claro, com uma boa realização) a dieta não porá em risco a saúde de quem a segue podendo, na verdade, melhorá-la.

Esta ideia, defendida pelo livro de Fiona Kirk e Jean Barr, “Soup can make you thin” (na tradução, “A sopa pode fazê-lo magro” é a de que a sopa pode contribuir para a perda de peso, mantendo altos níveis de nutrição.

É, além disto, uma refeição saciante, onde se podem encontrar elementos tão importantes como os oligoelementos, as vitaminas, as fibras e os sais minerais.

2. Como fazer a dieta da sopa

Tal como poderá já ter compreendido, embora benéfica, esta dieta exige que siga à risca algumas regras.

Antes de iniciar esta dieta, para começar, é muito importante que tenha em atenção a sua saúde.

Caso sofra de alguma condição clínica, não deve iniciar a dieta sem antes consultar o médico.

Ao iniciar a dieta, deve ainda considerar que esta não deve ser levada a cabo por mais do que sete dias consecutivos, tendo o cuidado de combinar os elementos com cuidado, garantindo o consumo necessário de ingredientes.

O facilitismo dos alimentos pré-feitos deve ser totalmente evitado, sendo importante que a sopa seja caseira e acompanhada somente por água ou chá, estando fora de questão o consumo de bebidas alcoólicas, sumos ou refrigerantes.

Não deverá, também, consumir pão com a sopa.

Caso a sua sopa inclua proteínas (como o peixe, o frango ou outra carne branca) é importante que esta não tenha pele.

Durante o tempo de duração da dieta a sopa deve ser o alimento “de todas as horas”, devendo consumi-la sempre que sentir fome.

Algumas sopas podem ser consumidas de forma tradicional ou sob a forma de creme. Estas últimas, muitas vezes, são boas para utilizar, também, como bebida vegetal.

Sopas para emagrecer

3. Qual a sopa a escolher

Evidentemente, nem todas as sopas cumprirão o objetivo da dieta da sopa. A sopa da pedra, por exemplo, bem típica de Portugal, é o exemplo de uma sopa cuja riqueza em nada contribui para a perda de peso.

Opte por sopas vegetais, onde os ingredientes estejam cortados em pedaços no caldo ou sob a forma de puré. Brócolos, espinafres, alface, courgette, cenoura ou chuchu são ótimos exemplos de ingredientes nos quais deve investir.

Entre as proteínas, o peito de peru ou de frango são bons exemplos de ingredientes que pode colocar, em pequenas doses, nos seus cremes favoritos.

Por outro lado, natas, batata ou queijo devem ser removidos do menu durante o tempo da dieta.

Sopas para emagrecer

4. Vantagens e desvantagens da dieta da sopa

Entre as vantagens desta dieta está o seu poder desintoxicante e a sua ação depurativa.

Saciante e adelgaçante, este alimento permitirá que melhore o funcionamento do seu intestino e servirá, também, para que o organismo se adapte a uma alimentação mais saudável.

Entre as suas vantagens estão ainda a melhoria do sistema imunitário e o facto de garantir um emagrecimento evidente de forma célere.

Por outro lado, justamente pelos seus resultados rápidos, esta sopa pode fazer com que sinta o corpo mais flácido e exigirá a uma continuidade de dieta (já com outros pratos e ingredientes) depois de passados os sete dias, sob o risco de retomar o peso perdido.

Esta dieta é ainda desaconselhada a pessoas que sofrem de problemas de saúde e provoca, em quem o faz, muitas vezes, uma sensação de fraqueza ou frustração, uma vez que corta totalmente o consumo de hidratos de carbono.

Além disto, se não souber exatamente como fazer a dieta da sopa, poderá incorrer em erros alimentares, negando ao seu organismo nutrientes essenciais, o que é desfavorável para a sua saúde.

Algumas fontes: livestrong dailymail  lifestyle.sapo dietadasopa emagrecer minhavida

5

No Responses

Write a response