Dieta Dukan: o que é e quais as vantagens?

Dieta Dukan: o que é e quais as vantagens?

Criada por um nutricionista francês que lhe dá nome, a dieta Dukan tornou-se uma das dietas da moda na atualidade. Leia este artigo do 1001 Dietas e conheça esta dieta e as suas vantagens.

A atualidade está marcada por uma procura cada vez mais evidente pelo corpo ideal. Hoje, ainda assim, o corpo ideal não é simplesmente um corpo magro mas também um corpo tonificado e saudável, que integre a ideologia fit.

Para obterem os resultados pretendidos, cada vez mais pessoas se lançam nas dietas da moda ou embarcam na atividade física, através da prática individual de desporto, de clubes de fitness ou da contratação de um personal trainer.

Evidentemente, o grande número de dietas que existem na atualidade, incluindo as melhores dietas para emagrecer em 2021, podem levantar questões sobre as formas mais eficazes para perder peso, promover a construção muscular ou combater os efeitos da genética no emagrecimento.

Uma das dietas que tem sido apelativa para muitas pessoas é a dieta Dukan. Venha conhecê-la melhor.

Dieta Dukan: o que é e quais as vantagens?

Dieta Dukan: o que é e como funciona?

Piérre Dukan, nutricionista francês, foi o responsável pela criação da estratégia de emagrecimento que conhecemos como Dieta Dukan.
Esta dieta baseia-se numa ingestão acentuada de proteína e na redução do consumo de hidratos de carbono e divide-se em quatro fases distintas: (1)

1. Fase do Ataque (Attack Phase)
2. Fase de Cruzeiro (Cruise Phase)
3. Fase de Consolidação (Consolidation Phase)
4. Fase de Estabilização (Stabilization Phase)

Estas fases são distintas, sendo que, no total, existem cerca de cem alimentos que poderão permear todas elas.

Assim, na Fase de Ataque, que durará cerca de 7 dias, haverá o consumo de proteína simples e cerca de uma colher e meia de sopa de farelo de aveia.

Na fase seguinte, ao longo de até 12 meses, será mantido o consumo de farelo de aveia (2 colheres de sopa diárias), a par com proteína magra e vegetais pobres em hidratos de carbono, como espargos e couve-de-bruxelas.

A terceira fase deve ser aplicada durante 5 dias de todas as vezes que perca um quilo ao longo das duas primeiras fases, sendo um momento de intercalar o consumo de proteína magra (1 dia) com uma variedade de proteína magra com vegetais e o consumo moderado de hidratos de carbono e gorduras (no dia seguinte). Nesta fase deverá aumentar o consumo de farelo de aveia para 2,5 colheres de sopa diárias.

Por fim, na fase de estabilização deverá aligeirar a rigidez das regras, contando que o seu peso se mantenha estável. Poderá aumentar diariamente o consumo dos flocos de aveia.

Para que a dieta funcione, é recomendada a prática de exercício físico, ainda que moderado, como as caminhadas. (2)

A dieta Dukan funciona para perder peso?

Ainda que muitas pessoas consigam perder peso com esta dieta, principalmente durante as primeiras semanas, várias críticas lhe têm sido feitas.

Sendo uma dieta focada no corte com os hidratos de carbono e as gorduras, esta cria um regime difícil de manter e propício para que, após a perda de peso, se volte a recuperar o peso perdido.

Alguns especialistas criticam ainda a quantidade de proteína ingerida, já que o excesso de proteína pode ter efeitos nocivos para a saúde humana. (3)

Já conhecia a dieta Dukan? Conte aos restantes leitores do 1001 Dietas se faria esta dieta e porquê.

26

No Responses

Write a response