Dores de cabeça ou enxaquecas

Dores de cabeça ou enxaquecas: saiba como o exercício pode ajudar

 Toda a gente sofre – com maior ou menor regularidade – de dores de cabeça ou enxaquecas. Venha descobrir, com o 1001 Dietas, como o exercício pode ajudar.

Qualquer dor é indesejada e pode afetar o nosso quotidiano de forma negativa. Ainda assim, por serem das mais comuns, as dores de cabeça e enxaqueca motivam inúmeras queixas em pessoas de todas as idades.

As dores de cabeça em crianças ou na gravidez são bons exemplos de situações comuns e, se algumas pessoas recorrem à medicação ou à alimentação para solucionar o problema com os alimentos que previnem a enxaqueca, outras continuam à procura de uma solução eficaz para o seu problema.

Algumas pesquisas internacionais têm associado a prática de exercício físico com a redução das dores de cabeça e enxaquecas. Venha saber como a atividade física pode ajudar e qual a melhor forma de treino para evitar este tipo de problema.

Dores de cabeça ou enxaquecas

Como o treino ajuda a combater as dores de cabeça

Entre os principais problemas relacionados com o sistema nervoso encontram-se as dores de cabeça ou, em termos clínicos, as cefaleias. Cerca de 1,7 a 4% dos adultos apresentam, segundo as estatísticas, 15 crises destas mensalmente. (1)

A intensidade e a frequência das dores de cabeça é algo que pode ser minorado com a prática de exercício físico e existem várias razões que o motivam.

Quando se exercita, não só está a reduzir o stress e a ansiedade, como está a melhorar o sono e o humor: elementos que contribuem para a redução deste tipo de problema.
A libertação de endorfinas é também uma grande responsável por esta melhoria. (2)

Como treinar para evitar as cefaleias

Para treinar de forma a garantir que previne dores de cabeça, recomenda-se, primeiramente, que tenha especial atenção à sua alimentação – alimentando-se cerca de hora e meia antes do treino – e que se mantenha hidratado, já que a desidratação pode fazer com que o exercício tenha o efeito contrário ao desejado.

Recomenda-se também que seja feito um aquecimento antes do treino, para evitar que movimentos súbitos repentinos sejam desencadeadores do problema que está a tentar solucionar. (3)

Treinos de intensidade moderada e de resistência têm demonstrado, segundo os estudos, resultados bastante positivos na redução de enxaquecas e dores de cabeça. (4)

yoga e o pilates são também fortemente recomendados para quem sofre de cefaleias, já que trabalham, em simultâneo, corpo e mente, assumindo-se como fortes aliados contra este problema.

Costuma sentir dores de cabeça? Alguma vez tentou aliviá-las com a prática de exercício físico? Partilhe a sua opinião com os restantes leitores do 1001 Dietas.

22

No Responses

Write a response