in

Perda de peso: devo contar calorias?

Contar calorias é algo que muitas pessoas fazem. Mas será que devemos mesmo fazer esta contabilização quando queremos perder peso? Venha com o 1001 Dietas saber se deve contar calorias.

O século XXI tem sido marcado pelas dietas da moda e, a par com elas, pelas aplicações que ajudam na perda de peso e pelos programas televisivos onde ouvimos profissionais falar sobre a contagem de calorias.

Ainda que existam muitas pessoas a realizar esta contagem durante a sua dieta, contabilizando (e, por vezes, até anotando) cada caloria que ingerem; a verdade é que este processo não se trata de algo consensual, mesmo entre os profissionais da saúde.

Enquanto alguns especialistas acreditam que contar calorias é fundamental para a gestão do que se consome e do quanto se gasta quotidianamente, de forma a facilitar a perda de peso e a motivar a ação de quem tenta perdê-lo; outros acreditam que poderá ser desnecessário (ou até mesmo enganoso) contar as calorias.

Venha saber mais sobre contar calorias e se deve fazê-lo durante a sua dieta.

Perda de peso: devo contar calorias?

Porque se faz a contagem de calorias?

O organismo humano pode ser comparado a uma conta bancária: quando “depositamos” mais calorias do que gastamos, isto gera um “saldo positivo” sob a forma de gordura, já que o nosso corpo armazena este excesso para utilizar posteriormente na produção energética.

O sedentarismo atual, no entanto, faz com que essas reservas de gordura acabem por não ser utilizadas, o que gera gordura localizada ou gordura visceral, nocivas para o aspeto físico e para a saúde humana.

Perante isto, uma das tendências que começou a implementar-se no século XX foi a de que contar calorias – isto é, calcular exatamente quantas calorias foram ingeridas com cada alimento e quantas foram gastas em cada atividade – poderia motivar a perda de peso, fornecendo uma visão mais realista quanto ao que precisa de ser feito para emagrecer. (1)

Contar calorias é mesmo necessário?

Muitas pessoas apontarão a contagem de calorias como algo que as ajudou a perder peso e não serão poucos os especialistas a recomendá-lo.

Ainda assim, esta contagem pode também ser algo perigosa, se considerarmos que nem todas as pessoas necessitam de ingerir o mesmo número de calorias e que as propriedades dos alimentos – ainda que tenham um índice calórico igual – poderão ser distintas.

Além disso, as calorias a ingerir dependem fortemente da rotina de atividade física de cada pessoa, da sua altura, da sua idade, do seu género e de eventuais patologias ou caraterísticas individuais que possam ter. (2)

E se eu não quiser contar calorias?

Da mesma forma que muitos defendem que deve contar calorias, outros defenderão justamente o oposto, dizendo que deve parar de fazê-lo. (3)

Especialistas da área da obesidade consideram que embora estes cálculos possam ser úteis em alguns casos, eles não correspondem a valores certos.

Por um lado, como explicam, cada organismo gastará um número de calorias diferente, de acordo com o metabolismo, a alimentação praticada e os hábitos roteiros.

Por outro, as próprias calorias não são criadas de forma igual, dependendo dos organismos vivos que povoam o sistema digestivo, do metabolismo e, claro, das próprias propriedades nutricionais dos alimentos consumidos. Isto é: 100 calorias de doces não terão o mesmo efeito que 100 calorias de vegetais no organismo humano.

Assim, mais importante do que contar calorias será tentar manter rotinas alimentares e de exercício saudáveis e adaptadas aos seus objetivos e às suas caraterísticas.

Costuma contar calorias? Conte aos restantes leitores do 1001 Dietas como o faz.

Clique em uma estrela para avaliar.

0 / 5. Contador de votos: 0

Escrito por Equipa 1001 dietas

Uma dica sobre dietas por dia, não sabe o bem que lhe fazia!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

gestão eficaz do peso

6 dicas para uma gestão eficaz do peso

exercício em excesso gerar problemas cardíacos

Pode o exercício em excesso gerar problemas cardíacos?